MENSAGENS DO GESJ SOBRE SUICIDAS NO MOMENTO ATUAL

....

GESJ – 19/01/2010 – Vitória, ES – Brasil

O pedido de ajuda

Vidência:

Ao iniciarmos as irradiações costumeiras, após os atendimentos da terça-feira, vi que se encontrava no recinto uma senhora, grisalha, talvez com seus 60 para 70 anos. Ela aparentava idade avançada, porém, irradiava uma carga de energia-luz intensa, incompatível com sua aparência, o que a tornava, uma visão incomum.

A energia que emanava era muito agradável. Junto com ela chegou um grupo de suicidas muito sofridos; traziam no corpo astral as marcas de sua morte dolorosa e alguns ainda reproduziam sintomas físicos da causa da morte, como foi o caso de alguns que vi vomitando.

Em seguida, essa senhora, que reconheci como sendo Yvone Pereira, dirigiu um pensamento de súplica ao Pai Misericordioso para que eles fossem atendidos. Em oportunidade seguinte, ela nos endereçou uma mensagem:

Comunicação:

Amigos, agora, passada a tormenta tudo encontra a calma, estado natural da existência.

Todos nós, aqui reunidos, caminhamos percorrendo trajetórias de vida, repletas de experiências, dentre as quais, o suicídio.

Todos já procuramos a saída fácil, porém equivocada, da morte voluntária. Ninguém age impunemente contra a Lei.

Rememorando a escalada de erros e súplicas, colhidos por força da Lei do Progresso, é que venho até vós, no sentido de interceder por estes que aqui estão.

Foram trazidos para ouvir a franqueza das palavras, que encharcam de esperança, até a alma mais desesperada.

Aqui estamos, mediante autorização da Equipe Dirigente dos trabalhos e pedimos por caridade, que nos auxiliem ofertando-lhes uma oportunidade a mais, de desabafar suas dores e ajustar suas fibras íntimas.

Só o Pai amantíssimo poderá retribuir-lhes em bondade e luz a dádiva da caridade solicitada.

Com muito apreço e gratidão.

Vossa irmã,


Yvone Pereira


***********************************


GESJ – 19/01/2010 – Vitória, ES – Brasil

Triste lembrança de um passado distante

Vidência:

Após o mantra, vi, novamente, Yvone Pereira. Olhando para ela, comecei a recordar momentos que vivi no plano astral como suicida. Vi-me num local muito escuro e úmido, talvez meu túmulo... Meus pulsos estavam cortados e de dentro deles saiam bichos em quantidade, causando asco e desespero.

Eu saia andando, pedindo ajuda, mas não encontrava ninguém. Lembranças da família, especialmente daquela que fora minha mãe, na existência imediatamente anterior à morte prematura, enchiam de arrependimento minha alma. Não sei quanto tempo se passou, sei que em certo momento, chorando e rezando, suplicando perdão a Deus pelo ato de rebeldia, vi uma senhora de braços abertos me esperando e corri para seus braços. Era Yvone Pereira que me resgatava.

Nesse ponto da vidência fiquei muito emocionada. Chorei ao lembrar da graça do salvamento e que sempre chega, e também por lembrar daquela experiência.

Depois da emoção, me vi numa cadeira de rodas, tentando iniciar um trabalho de jardinagem nos canteiros do hospital onde me recuperava. Mais emoção, por recordar do lugar e das pessoas, que junto comigo tentavam, lentamente, retomar a vida interrompida fora do tempo.


**********************************


GESJ – 19/01/2010 – Vitória, ES – Brasil


As dores dessa hora são muitas

Como suicida, eu a acolhi em meus braços. Agora a encontro em nova vida, trabalhando na Seara Cristã. Quanta alegria, minha filha!

Feridas cicatrizadas, é hora de dedicar-se ao trabalho, em favor daqueles que ainda as trazem abertas.

Quão tristes as horas iniciais, recorda-se? Mas, agora estão no passado, como lembranças. Hoje constrói com as mãos, que outrora decepou, o trabalho de recondução do próprio progresso.

Salve a Lei do Amor que a todos, indistintamente, acode, abriga e eleva.


Depois a irmã endereçou palavras de ensinamentos a todos:


Os casos de suicídio crescem ao redor do mundo. Assustam-nos especialmente os altos índices de suicídio entre jovens e crianças. A vida materialista, a ausência de culto às coisas do espírito, aliados ao assédio violento de nossos irmãos infelizes, vêm impelindo muitos a ceifarem suas vidas ainda no nascedouro das experiências físicas.

Triste sina, pois expirarão o consumo de sua Energia Vital, separados de seus núcleos familiares, daqueles amores e afetos cultivados ao longo de muitas encarnações, em mundos distantes, destinados aos rebeldes incorrigíveis.

Deverão recomeçar após drenagem da Força Vital, em outros mundos, pois serão exilados.

O que poderíamos dizer, a título de colaboração, na seara de serviço do resgate planetário?

Irmãos, as dores dessa hora, são muitas e o caos instala-se sobre a Terra. Outras dores virão e o caos ainda mais forte ficará, no entanto, sois agentes das transformações que urgem nessa hora.

Façais com que vossas vidas sejam baluarte de fé e coragem e que a rebeldia insistente ceda humilde diante do Plano Maior.

Entregai vossas vidas sim, na reconstrução dos valores morais, espirituais e sociais da humanidade, porém jamais, vos entregueis ao desalento, entrando pela porta larga do suicídio, pois este caminho vos levará a um destino sem volta.

Se a dor está presente, sejais lenitivo para ela.

Força e coragem!

Deus vela por vós.


Paz em vossos corações.


Yvone Pereira

0 comentarios:

ASSISTA AQUI VÍDEOS IMPORTANTES

Para despertarmos para a realidade de quem somos, qual mundo vivemos e quem puxa as cordas dos marionetes que habitam a terra ....trago aqui alguns vídeos.
Estarei sempre adicionando algo novo para vocês...

Enjoy!

IGNIÇÃO DE JÚPITER

ALÉM DO CIDADÃO KANE

O CHAMADO - THE CALLING

QUEM É VOCÊ? - Escolha o idioma

MENSAGEM PARA A HUMANIDADE

MAPA DO BLOG

Arquivo do blog

PESQUISE O BLOG

CONTATO


nossajornadadeamor@gmail.com

AMIGOS DO BLOG

Real Time Analytics