ESTAMOS SÓ NO COMEÇO DAS DORES

Estamos só no começo das dores...

GESH – 10/04/2010 – Vigília Abrigo Servos de Jesus – Vila Velha, ES – Brasil

Irmãos, paz sem fronteiras.

Designado par intermediar o pensamento inigualável do Mestre Ramatis, enfrentei inúmeras dificuldades.

As primeiras foram de ordem pessoal, determinadas pela ignorância dos assuntos, e as limitações que me acompanharam em maior ou menor escala, por toda a vida.

Em segundo lugar, as dificuldades enfrentadas decorreram da ignorância alheia, aliada ao medo daquilo que é novo, por parte de muitos leitores.

O pensamento do Mestre veio projetado pela Espiritualidade Superior, adentrar nosso plano, alicerçando as mudanças de visão que necessitavam acontecer, preparando a humanidade para as transformações profundas, às quais o Planeta começava a entrar.

Procurei, no conjunto das dificuldades já previstas, superar aquelas que se encontravam ao meu alcance, estudando e trabalhando arduamente, na afinação da sintonia mediúnica, com a mente do Mestre.

O que não dependia de mim, como a não aceitação das pessoas, entreguei à espiritualidade, certo de que eles haveriam de conduzir os trabalhos de tal forma, que não interferisse no cumprimento da programação, de elevada importância para a humanidade.

E assim foi feito. Investimos tempo e recursos no aprimoramento dos conhecimentos raros que possuíamos. Da ignorância primaria, passamos, com ajuda dos mentores e amigos espirituais, à luz do entendimento, e assim, foi que pudemos captar, filtrar e traduzir, o "manancial de luz" que clareou nossa visão.

Depois de decorrido certo tempo e tendo a humanidade avançado em alguns aspectos, notamos que se apoiando no terreno fértil dos conhecimentos enviados por Ramatis, muitos puderam progredir, trazendo à sociedade brasileira, importantes avanços, conhecimentos novos e tecnologias avançadas.

Como garimpeiros, as lições do Mestre escavaram nossas cavernas íntimas, abrindo caminhos para a entrada da luz, tornando nosso sistema nervoso permeável ao manancial fluídico, sobre o qual, as profundas mensagens dele foram transportadas. Reunidos a vós, vemos, sob novo ângulo, o mesmo trabalho sendo repetido.

Do Alto, descem forças inimagináveis que se concentram em usinas destinadas à sua transformação.

Desses forças processadas, por potentes transformadores partem, em intensidade moderada, as correntes de energia que alimentam os Grupos de trabalho, que levam o seu nome (Ramatis).

Elas preparam as mentes dos trabalhadores, escavando-lhes as cavernas do pensamento, fazendo luz e entendimento em seu interior. Permitindo a compreensão e o recebimento de suas idéias.

Porém, mesmo diante de tanto esforço, organização e trabalho, muitos médiuns recusam-se a servir de medianeiros da presença insondável do Mestre Ramatis.

Julgam não merecê-lo.

Julgam-se inferiores.

Julgam ser alvos das "forças negativas".

Julgam, julgam, julgam!...

Julgam demais, fazem de menos.

A prudência é amiga da humildade e o medo é senhor do orgulho.

Amigos, discípulos de Ramatis, ao envergar esse símbolo e pronunciardes esse nome como muitos o fazem, abandonai o medo e assumi atitude de prudência.

Escolhei a humildade em lugar do orgulho e trabalhai sem medida na divulgação das lições, dos pensamentos, das mensagens e dos avisos enviados pelo Mestre.

Há compromisso sendo negligenciados nessa hora.

Há compromissos importantes sendo menosprezados agora.

E com isso, compromissos viram comprometimentos. Estais a vos comprometer, pela omissão ao trabalho que o Mestre Ramatis envia a todos, que se consideram seus seguidores.

Assim, como eu necessitei me transformar para dar cumprimento à programação reencarnatória que fiz, também procurai superar as dificuldades que se interpõe no caminho de vossa natureza íntima.

Seja, o medo do ridículo ou a preguiça paralizante; seja o comodismo avassalador ou mesmo a resistência da mente intelectualizada; esforçai-vos no estudo e comparação dos fatos e os conhecimentos produzidos pela humanidade, e transformai-vos para servir.

Se temeis as dificuldades que vem de fora, façais assim como eu fiz. Entregueis vossos caminhos à espiritualidade amiga e como ato de fé, seguir de cabeça erguida e olhar fixo na luz que brilha no horizonte; ela será vosso guia; e se outros não puderem vê-la, nem por isso interrompais vosso caminho.

É certo que nem todos vos darão crédito. O mais certo é que a maioria das pessoas em nada vos apoiará, ou valorizará o esforço; contudo, se apenas um irmão puder ser tocado pela força do pensamento do Mestre, esse justificará todo esforço empreendido no trabalho realizado.

Sabemos que não serão muitos os escolhidos, mas ainda assim precisamos fazer reverberar o chamado, porque é o Mestre Jesus quem chama e o Mestre Ramatis quem nos convida ao serviço.

Trabalhar, trabalhar, trabalhar, esse o sentido da hora que viveis, em meio às dores imensas da "transição planetária".

Estamos só no começo.

Paz a todos.

Hercílio Maes

0 comentarios:

ASSISTA AQUI VÍDEOS IMPORTANTES

Para despertarmos para a realidade de quem somos, qual mundo vivemos e quem puxa as cordas dos marionetes que habitam a terra ....trago aqui alguns vídeos.
Estarei sempre adicionando algo novo para vocês...

Enjoy!

IGNIÇÃO DE JÚPITER

ALÉM DO CIDADÃO KANE

O CHAMADO - THE CALLING

QUEM É VOCÊ? - Escolha o idioma

MENSAGEM PARA A HUMANIDADE

MAPA DO BLOG

Arquivo do blog

PESQUISE O BLOG

CONTATO


nossajornadadeamor@gmail.com

AMIGOS DO BLOG

Real Time Analytics