Esu - Diálogo # 18

14 de junho de 2010

Através de Don Hynes
www.abundanthope.net

Cristo Miguel, Esu e Monjoronson,

Don: Nós discutimos mais uma oportunidade de diálogo para esta manhã?

Cristo Miguel: Bom dia Don. Cada vez que nós começamos isso, há um elemento de incredulidade de sua parte.

Don: Sim, como se cada momento eu tivesse que me acostumar á realidade alternativa e sentimentos de profunda comunhão nesta atividade.

Cristo Miguel: Como em qualquer atividade pioneira em um planeta em evolução, a capacidade praticada para se comunicar com uma Inteligência Maior é algo "descoberto" como um fenômeno raro que acabará por se tornar uma parte aceitada da realidade cotidiana.

Vamos sentar-se novamente como um conselho de quatro, com nós três do lado celeste, por assim dizer, mas em uma mesa-redonda, mais corretamente. Eu vou assumir a liderança nesta manhã com Esu e Monjoronson contribuindo enquanto o diálogo procede.

Nós estamos usando esta mesa-redonda, para indicar a todos os que praticam os diálogos, que Deus não é um homem velho em um trono ou um pai singular enfrentando os desordeiros de uma família! Eu tenho meu próprio lugar como Filho Criador pois, esta criação é minha, mas eu estou unido em um campo numeroso de colegas Celestiais e assessores. Nosso governo não é o peso ponderado nem a burocracia ineficaz da Terra, mas é realmente complexa e intensamente povoada, por isso nós, em conselho com você esta manhã, representamos muitos.

Don: Eu acredito que nós íamos começar com uma atualização sobre Gaia. Eu senti a mudança de energia dela na última quinta-feira (08 de junho) e um avanço de sua parte do que parecia ser o lugar “preso” pelo qual ela estava passando no processo de ascensão.

Cristo Miguel: Nós vamos começar com essa "atualização" e isto irá me levar para o ponto do pensamento principal para esta manhã.

Gaia na verdade quebrou seu obstáculo. Ela enfrentou o mesmo dilema que você e todos na Terra estão enfrentando. Você sente a dor e a dificuldade de sua experiência atual, vê a possibilidade de que o aguarda no processo de ascensão, mas ainda existe uma forte ligação com seu estado atual. Estranhamente você encontra um grau de conforto no conhecido, apesar de que a certeza esteja em um estado que conduz à sua morte, assim como o holocausto ecológico no golfo do México indica claramente.

Gaia encontrou a energia necessária para romper o bloqueio e agora está acelerando o processo de "nascimento” de sua transformação e elevação e de todos os que vão acompanhá-la no que está por vir. Você já notou o aumento da actividade sísmica nos últimos dias e você vai ver mais pronunciados, e freqüentes mudanças na intensidade da Terra como resultado de um novo movimento de Gaia.

Don: Eu senti ela na quinta-feira em uma grande alegria, de libertação. Quando eu virei para ela Ela me deu um grande "Woo Whooo"(grito de alegria), dançando em sua força e poder.


Cristo Miguel: Na verdade foi um momento muito bonito de libertação, pois Ela encontrou o que precisava para a tração na lama "de seu obstáculo” para a liberdade de circulação e de progressão adiante, desejado por todos.

A energia que permitiu ela se movimentar adiante é o que eu iria abordar.
Muitos na Terra e todos no Céu estavam concentrados neste momento crítico. Esses diálogos, as atualizações na Esperança Abundante, vários comentários no CMGSN e outros locais em sua internete, claramente indicaram grandes dificuldades. Havia muito incentivo de natureza positiva para ajudar Gaia, para prestar o apoio necessário. Interessante pois, como você já sabe Don, a energia que ela precisava não era apenas de um consolo e música suave, embora esses elementos certamente a presentearam, e desde uma base útil. No entanto, a energia necessária para romper o obstáculo energético dela, constava na palavra singular "Não."

Don: "Não", no sentido de um comando?

Cristo Miguel: Exatamente. "Não" é uma palavra poderosa em seu léxico. Há um crescimento muito grande para a experiência do "sim" na evolução espiritual da humanidade, mas nem tanto para o uso adequado do "Não". O amor incondicional tem sido um dos avanços na progressão da humanidade a partir do estado separado de intolerância e preconceito. A capacidade de "Amar uns aos outros" encontrou alguma tração nos dois mil anos desde a minha aparência outorga na Terra, apesar de que o progresso ainda deixa muito espaço para expansão.

Mas a experiência do "não" é outro aspecto fundamental no que é exigido no esquema evolutivo. Isso foi exemplificado nas histórias sobre a minha experiência na terra em que foram mais tarde denominadas minhas "tentações no deserto." Confrontado com uma variedade de escolhas, minhas decisões naquela época poderiam ser encapsuladas na palavra "não".
Claramente o que foi passado adiante revela uma arte mais inteligente do que uma expressão repetitiva, mas a energia dentro dessas várias respostas poderiam ser exatamente sintetizadas na expressão única "Não!"
Não para todos que negassem a Luz da Criação, não para todos os que suprimem e manipulam a vida para fins de propósito centrais, não para o abuso do poder e da própria Terra, não para o altar da vaidade em que a bondade e a intenção de direito a humanidade está sendo sacrificada.

Don: Isso é o que eu sentia no movimento dela, uma progressão em que ela encontrou um elemento essencial de sua soberania.

Cristo Miguel: Um elemento essencial que tem sido por muito tempo em desuso.
Gaia tem a profunda capacidade de dizer SIM, tendo sofrido há tantos anos no estado de isolamento e da ignorância que tem caracterizado a revolta de muitos que eram moradores da Terra. Tem sido uma mescla de pessoas que iriam se mover em direção a mim e aqueles que continuariam sob as forças que regem as trevas. Esta luta tem existido em cima da superfície da Terra na população humana, mas enérgicamente, isto tornou-se parte do campo do Próprio planeta.

Esta determinação energética foi o que mudou. Gaia está em um momento de livre arbítrio, assim como está toda a minha criação. Ela tem a liberdade de determinar sua própria direção e finalmente foi isso o que ela fez. Ela decidiu mover-se além do estado de confusão onde a luz e a escuridão aparecem governar igualmente, o estado de dualidade como é descrito, e dentro do mais singular, uma experiência clarificada da UNIDADE comigo. Ao invés de perder sua liberdade da UNIDADE, no qual tem sido a decepção essencial e desilusão das forças escuras durante milhares de anos, Gaia intensificou seu poder real, sua própria soberania. Ela realmente dançou alegremente em um movimento de felicidade e segurança como você observou.

Esu: Esse poder pode ser descrito como a "espada de luz" e está presente agora para separar as "ovelhas dos cabritos", como tem sido escrito. Meu trabalho de governança espiritual renovada exige este clarificação, pois o que está por vir na união da Terra com o Espírito de Cristo Miguel já não permitirá o estado "misto". Sim, continuará a haver uma evolução gradual. Nem tudo será claro em um instante, como se houvesse uma varinha mágica para ser acenada sobre a consciência da humanidade. Há muito trabalho esperando por nós e para vocês também nos próximos dias e anos e milênios a frente. No entanto, Gaia mesma fez todos os movimentos importantes em sua progressão. Este é um selo "energético" se você quiser, imprimidos todos dentro de seu campo, uma declaração similar atraente e determinada dos habitantes da Terra.

Don: Claras demonstrações de "sim" e "não" são necessárias?

Esu: Isso não é uma pergunta para você Don. Eu aprecio seu desejo de ser transparente em nossa discussão, mas não vamos mudar muito em objetividade! Você tem uma forte compulsão em si mesmo para esta expressão e de ter encontrado a sua magia, muitas vezes em sua vida.

Don: Sim, e eu muitas vezes me envergonhei disso, sentindo que uma expressão mais aceita, uma de inclusão e de compaixão, são mais desejáveis.

Esu: Esta é de alguma forma a situação paradoxal em que Gaia se encontra actualmente, que foi definitivamente mais presa! Ela queria continuar a dizer sim a tudo e todos, inclusive para os seus predadores mais violentos, mas o comando da Fonte estava exigindo dela, para sair de tudo o que seria negar, destruir. Ela teve que encarnar em si a própria a decisão pela qual Ela rezou, que solicitou de Cristo Miguel e Todos do Céu há muitos anos, para ser aliviada de quem e o que a oprime e que se encontram no caminho do novo Éden que está certamente mais próximo.

Monjoronson: Em essência, este é o processo de adjudicação, que é minha responsabilidade específica. Separar as "ovelhas dos cabritos" é a minha especialidade, e você sabe (grandes risos no lado Celestial!) e aquele trabalho está ocorrendo através da vibração clarificada da correção de tempo. Muitos vão encontrar-se impossibilitado de continuar na Terra por causa da vibração elevada. Esta será uma questão de escolha, mas a decisão não pode mais ser detida.
A Correção de Tempo está sobre todos nós como já foi descrito, e eu e nós do lado Celestial estamos aqui para este fim, para proporcionar o campo de discernimento no qual essas decisões são feitas, limpando a energia ardósia para que novos começos sejam possíveis, e ajudar nos processos educativos que serão mais importantes para a contínua evolução da consciência em toda a população da Terra.

Don: Enquanto eu ouço você esta manhã, o comando criativo do qual habilitava Gaia, o "NÃO" que emocionou-la e permitiu-lhe avançar em seu processo de parto, é algo que nós aqui na consciência da Terra devemos incorporar a todos igualmente.

Cristo Miguel: Exatamente Don, o qual é a soma dos efeitos de nossa presença aqui com você, e através deste diálogo com os muitos que vão ler e estudar. Meu comando criativo é se juntar a nós, para juntar-se Gaia, no poder de discernimento e de segurança, para dizer SIM à luz, à vida, ao amor, e de forma igual e mais poderosa, para dizer NÃO a todos os que dissuadi-lo, seria escurecer , destruir e ódiar.

Há um certo cuidado de salientar aqui a diferença importante entre o comando criativo do Não e o que é a condenação. Você tem de discutido isso com vários na comunidade de Esperança Abundante, Don, e eu encorajaria discernimento por parte de cada um, que a clareza não seja diluída pelas forças muito procurada para iluminar e se opor. Não há nenhum ódio ou condenação na expressão atual de Gaia, nem mais existe qualquer ignorância ou ilusão. Ela vê seu campo criativo pelo o que é, mais claramente do que a maioria dos seres humanos, e ela amou da mesma forma, continua a amar, sem dúvida ou distração. Mas não mais ela aceitará o que e quem ela não é, quem e o que, não pertence neste sentido importante.

Há um discernimento energético aqui que eu vou incentivar para todos. Para abrir os ólhos para o campo em que você vive e se move e tem seu ser, para manter um coração aberto de compaixão e compreensão para todos, e, simultaneamente, claramente dizer NÃO ao que não é aceitável, não em harmonia, ou união com o Espírito Criativo de Deus. Para poder fazer esse discernimento, para dizer sim e não quando necessário, é se juntar a mim neste momento da co-criação, para se juntar a Esu na Espada da Luz que está vindo sobre a Terra, e Monjoronson no poder e beleza do julgamento, fundamentais para o tempo de correção.

Don: Obrigado Miguel. Houve uma pergunta de um amigo sobre a melhor forma de apoio a Gaia nestes tempos.

Cristo Miguel: A resposta para essa pergunta está contida neste diálogo como um todo. Não há prescrição para o comportamento singular, não de tamanho único, como você diz sobre a Terra. Cada indivíduo deve saber discernir o seu papel adequado neste domínio energético. Gostaria de salientar a aproximação no entanto, a importância da comunidade, neste momento, pois não há equilíbrio de forças unidas. Por exemplo, durante o período recente do obstáculo, nossa amiga Eva estava oferecendo mensagens de incentivo de Adama, encorajando compaixão e cuidado para Gaia, o círculo feminino que iria apoiar em seu parto. Você, por outro lado Don, embora profundamente apaixonado por Gaia em sua expressão diversa, recolheu aqueles que compartilham o amor por meio de sua poesia, inclinou-se mais fortemente em sua própria masculinidade e encontrou lá o actual “Não”, a expressão de protecção, da paternidade no meio do parto de Gaia.

Embora seja importante neste momento para que todos possam encontrar o poder do Não dentro de si, e estar disposto a manifestar este poder com clareza e inteligência, também é fundamental que haja um equilíbrio de forças, dentro e fora, que cada indivíduo torna-se resistente e centrado em si e mais importante, dentro de comunidades naturais de entendimento comum e propósito.

Don: Obrigado Cristo Miguel, obrigado Esu e Monjoronson. Eu aprecio este momento, e ofereço a oração de minha ação de graças no encerramento, que nós todos possamos mover-nos juntos com vocês na dança desses tempos maravilhosos, no surgimento de uma nova Terra com todas as energias da criação.

Tradução por: Josi Santana
http://rumoaodespertar-josi.blogspot.com/

All writings by members of AbundantHope are copyrighted by
 ©2005-2010 AbundantHope - All rights reserved

0 comentarios:

ASSISTA AQUI VÍDEOS IMPORTANTES

Para despertarmos para a realidade de quem somos, qual mundo vivemos e quem puxa as cordas dos marionetes que habitam a terra ....trago aqui alguns vídeos.
Estarei sempre adicionando algo novo para vocês...

Enjoy!

IGNIÇÃO DE JÚPITER

ALÉM DO CIDADÃO KANE

O CHAMADO - THE CALLING

QUEM É VOCÊ? - Escolha o idioma

MENSAGEM PARA A HUMANIDADE

MAPA DO BLOG

Arquivo do blog

PESQUISE O BLOG

CONTATO


nossajornadadeamor@gmail.com

AMIGOS DO BLOG

Real Time Analytics